Curta Balada
Show do Teatro Mágico será transmitido pela TV e internet
Show do Teatro Mágico será transmitido pela TV e internet

Para não quem não puder comparecer ao show do Teatro Mágico hoje, sábado (25/07) no Citibank Hall, em São Paulo, poderá acompanhar ao vivo pela Sky TV, a partir das 22 horas, no link www.sky.com.br/skylive.

O show, em comemoração aos onze anos do grupo, contará com as participações de Lucas Silveira (Fresno), Dani Black, Tiê e A Banda Mais Bonita da Cidade.

Como forma de comemorar essa data, a Billboard Brasil gravou duas versões inéditas de
“Quando A Fé Ruge”, faixa do mais recente trabalho, Grão Do Corpo. Aproveitamos para trocar umas ideias com Fernando Anitelli, líder da trupe:

Vocês acabaram de mudar a formação da banda. O que isso traz de novo pro grupo?
Se a gente pegar a história d’O Teatro Mágico, a mudança é uma constante. De um disco pro outro, os integrantes vão mudando. Isso traz uma saúde criativa que é muito interessante… A gente sente isso como algo que vem pra somar. São elementos novos, uma textura diferente. Vamos pesquisando, conhecendo gente…

O Teatro Mágico já foi banda cult, banda pra molecada, banda pra universitário… como vocês acompanham isso?
O grupo teve vários momentos de mudanças de público. No começo, nós éramos uma novidade alternativa, do underground… Era cult ir aos shows do palhaços no centro de São Paulo. Depois, começamos a fazer apresentações aos domingos à tarde e jovens e adolescentes começaram a ir. Virou febre e o povo mais cult negou isso, parou de ir. Aí alcançamos o pessoal das universidades, que resolveu levar sobrinho, avô… Hoje não tem nicho específico de mercado. Vai todo mundo. O casal, o pessoal do reggae, quem curte rock pesado. E isso é fabuloso, conseguir dialogar com várias gerações e montar um repertório com canções que falam pra todos.

A crítica nunca levou a banda muito a sério. Isso incomoda?
Montei o grupo junto com meu irmão, o Gustavo, e já pensamos nessa linha independente, sempre aliado à tecnologia. E assumimos essa coisa de não depender de divulgação e depender unicamente das redes. Teve um jornal que falou [de forma irônica] que a gente parecia uma mistura de Saltimbancos com Tom Zé com hip-hop… e eu achei o máximo!

https://www.youtube.com/watch?v=VOX7Ouvx2EY

https://www.youtube.com/watch?v=urbDYTdmO7k

fonte:billboardbrasil

Curta Balada
Quer anunciar em nosso website? mande e-mail para: contato@curtabalada.com.br