Novo jurado no ‘The Voice’, Michel Teló relembra participação em festivais na infância: ‘Valeu a pena’ | Curta Balada
Curta Balada
Novo jurado no ‘The Voice’, Michel Teló relembra participação em festivais na infância: ‘Valeu a pena’
Novo jurado no ‘The Voice’, Michel Teló relembra participação em festivais na infância: ‘Valeu a pena’

Michel Teló é uma das novidades da quarta temporada do The Voice Brasil. O cantor é o novo técnico do programa e não podia estar mais feliz por ocupar a famosa cadeira vermelha. “É uma honra. Uma experiência nova pra mim, em um programa que respeito. Estou muito feliz e numa ansiedade grande. Você começa a não dormir direito mais”, conta.
Claudia Leitte adianta seu estilo no ‘The Voice Brasil’: ‘Andrógino’
A nova função do sertanejo também traz memórias de uma época inesquecível e muito especial na vida de Michel. “Eu me lembro dos festivais que eu cantava quando era criança lá em Campo Grande (MS). Tocava a minha sanfoninha… Era bacana! Te incentiva a querer melhorar, independente de ganhar ou não. Depois de tudo o que eu passei, batalhei, de tantos bailes que toquei… É incrível olhar pra trás e ver que valeu a pena todo o trabalho. E também mostra o quanto a gente tem pra aprender e se divertir com a música”, diz ele.

Lulu Santos critica atual cenário musical do país: ‘Falta diversidade’
O sertanejo já adianta quais serão seus pré-requisitos na hora de apertar o botão e tomar as decisões ao longo do programa. “Para vir o sentimento, acho que precisa ter técnica, mesmo que seja natural. Tem que estar afinado. Para vir a emoção, a pessoa tem que estar cantando bem. É um conjunto”, explica.
O novo técnico está confiante para assumir seu posto no The Voice Brasil. “Vou trazer um pouquinho do meu som, da minha alegria. Realmente sou um cara que vou aprender muito com o programa. E, com esses meus 22 anos de carreira, espero poder passar um pouco do que aprendi”, torce.
E se engana quem pensa que Teló está de olho só nos cantores sertanejos. Ele garante ser bem eclético e aberto a outros gêneros musicais. “Sou um cara que gosta de ouvir todos os estilos. A voz, independente do gênero, tem que emocionar. Importante é curtir a voz naquele momento que a cadeira está virada”, garante.

Curta Balada
Quer anunciar em nosso website? mande e-mail para: contato@curtabalada.com.br