Curta Balada
De ursinho a calcinha, Luan Santana reúne em galpão mimos que ganha dos fãs
De ursinho a calcinha, Luan Santana reúne em galpão mimos que ganha dos fãs

Quando uma premiação musical é por voto popular ninguém consegue tirar o título das mãos de Luan Santana. Há cinco anos, o cantor sertanejo conquista tudo nas categorias mais diversas possíveis: revelação, melhor videoclipe, melhor música, cantor, artista do ano… Há quinze dias, durante o Prêmio Multishow, ao menos três garotas desmaiaram na plateia quando o cantor subiu no palco. Se ele está na lista e a votação é via internet, não tem jeito. É Luan na cabeça.

Aos 24 anos, o sul-mato-grossense possui um fã-clube tão leal e apaixonado que suas apresentações são marcadas por cenas de histeria total com direito a invasões de palcos, gritos e até desmaios. Idolatrado pelos seus seguidores e dono de um escritório em São Paulo, cidade onde mora desde março de 2014, Luan mantém uma equipe de funcionários para cuidar somente de uma central de fãs.

Diariamente surge um novo oficial fã-clube pelo Brasil – até a última quarta-feira (9) eram 3.710 grupos cadastrados. “Temos fãs-clubes com cinco pessoas, outros com cem e por aí vai. Luan é um cantor querido também em todas as faixas etárias, de 8 a 70 anos. A maioria é formada por mulheres, mas temos também muitos homens”, explicou Juliana Tomé, que garante estar acostumada com o ritmo frenético do lugar. “Recebemos centenas de e-mails, e o telefone aqui não para de tocar. Tem fãs que já viraram amigas de todo mundo de tanto ligar, mandar mensagens e presentes”, contou Juliana, que só economiza nos elogios para o patrão. “Ele é tranquilo e super gente boa”, diz.
Calcinhas, sutiãs e borogodó
Rafael Gentil também trabalha no escritório LS Music e é ele que recebe os presentes das fãs. São caixas com os mimos dos mais variados possíveis. “Ainda mantemos aqui uma parte dos presentes. O Luan guarda algumas lembranças em casa, mas a maior parte fica no galpão da empresa, em Londrina. É lá também que ficam guardados o ônibus da produção e todos os equipamentos técnicos dos shows, mas tem um espaço só para os presentes. Ninguém ainda parou para contar ou pesar porque são coisas que ele ganhou desde o início da carreira”, explicou Rafael, que listou alguns itens dados pela maioria pelas meninas. “Tem faixas, cartazes, banners, fotos, berimbau, cuia para chimarrão, chapéu e muitos ursinhos de pelúcia. Até um tempo atrás ele ganhava demais esse brinquedo, mas agora as meninas dão mais calcinhas e sutiãs”, admitiu Gentil.

Estudante de publicidade, Michele Felippeli não é filiada a nenhum fã-clube, mas não perde um show do sertanejo no Rio e, por isso, conhece quase todos os seguidores cariocas do cantor. “Os fãs são unidos, e não existe muita competição entre eles, porque o próprio Luan não curte rivalidade. Eu e o Brasil todo o achamos lindo, fofo, simpático e atencioso. Carisma? Não sei… Eu chamo de borogodó mesmo”, revelou, às gargalhadas, Michele, que conta mais ou menos como funciona o esquema de votação em caso da indicação do cantor a um prêmio.
“É uma mobilização realmente incrível nas redes sociais. Como a equipe é muito jovem e tem disponibilidade de horário, cada um fica no mínimo três horas direto na internet só votando e ainda tem aquela pressão ‘Vamos ganhar prêmios para o Luan porque ele vai ficar tão feliz’… Muita loucura”, admitiu Michele.

E o poder das fãs também influencia na vida pessoal de Luan Santana. Existem boatos de que o cantor chegou até a demitir dois profissionais de sua equipe por causa de desentendimentos com seus seguidores: o personal trainer Guto Guido e a assessora de imprensa Dagmar Alba. Em dezembro de 2013 uma página no Facebook denominada “Fora Gutão” foi criada pelos fãs do cantor. O estopim foi um vídeo postado no YouTube por uma fã que mostra o personal tentando impedir a garota de se aproximar de Luan.

Dono de uma academia em Londrina, Guido negou que sua saída tenha sido devido à pressão dos fãs e disse que mantém amizade com Luan Santana. “Ele sentiu necessidade de ter mais resistência, melhorar um pouco o físico e aí me procurou para começarmos a trabalhar. Foram dois anos incríveis. Ele é uma pessoa sensacional e, hoje, somos amigos”.

A ex-assessora Dagmar tampouco quis comentar sobre sua demissão, mas negou que tenha qualquer relação com fãs. “Não vou falar sobre o Luan, não. Seria indelicado falar de um ex-assessorado, que agora tem uma nova assessora, aliás uma amiga muito querida do meio. Tenho uma relação de carinho com o cantor e também com as fãs dele, que até hoje me mandam mensagens”, contou.
fonte:uolnoticias

Curta Balada
Quer anunciar em nosso website? mande e-mail para: contato@curtabalada.com.br