5 fatos que marcaram a música sertaneja em 2014 | Curta Balada
Curta Balada
5 fatos que marcaram a música sertaneja em 2014
5 fatos que marcaram a música sertaneja em 2014

Veja abaixo 5 fatos que marcaram a música sertaneja em 2014.
1 – Henrique e Juliano – os destaques
Sucesso de público, alegria dos contratantes. Nenhuma novidade teve tanto destaque quanto Henrique e Juliano em 2014. Jovens, carismáticos, e com um repertório variado que acertou em cheio o público. A virada na carreira aconteceu tão rápido, que falta espaço na agenda pra fazer programas de TV. Após “Até você voltar” ter virado hit sem muita ajuda das rádios, “Cuida bem dela” segue caminho diferente, e é a mais tocada das rádios do país no último mês.

 

 

Munhoz & Mariano2 – Munhoz e Mariano – O DVD e a chuva
A dupla se preparou para um sonho: gravar um DVD em um estádio para um público de 40 mil pessoas. Grande estrutura, alto investimento financeiro, mas… choveu. Choveu tanto em Presidente Prudente naquele 22 de fevereiro que a água entrava pelo teto dos camarins e, por questões de segurança, a gravação precisou ser adiada. As fotos e os vídeos da dupla e da equipe chorando tiveram grande repercussão, e três dias depois a gravação foi feita, novamente sob forte emoção, com o estádio lotado. O caso mobilizou artistas e empresários do meio sertanejo, que se solidarizaram e ofereceram material e estrutura, caso a dupla não conseguisse equipamentos novos até a gravação.

 

 

 

Marcos & Belutti3 – Domingo de manhã – a mais tocada
A qualidade da dupla sempre foi consenso, mas faltava alguma coisa. Havia investimento, sobrava talento, mas muita gente chegou a achar que eles não conseguiriam alçar voos maiores, naquelas injustiças da história pelas quais grandes artistas passaram. Só que havia um tal de Bruno Caliman no meio do caminho, que após compor um dos maiores sucessos de Luan Santana um ano antes, “Te Esperando”, apresentou à dupla “Domingo de Manhã”. Foi a música mais tocada nas rádios do país em 2014.

 

 

João Carreiro4 – João Carreiro e Capataz – o fim
Os boatos eram de longa data, mas a torcida era para que, de uma forma ou de outra, uma das duplas mais importantes da atual geração não se separasse. Não deu.

João Carreiro se afastou em janeiro para tratar de depressão, e como já se imaginava, o anúncio do fim da dupla veio alguns meses depois. João decidiu seguir cantando sozinho, no seu ritmo, longe da correria dos shows. Capataz, por sua vez, buscou um novo parceiro e formou uma nova dupla: Carreiro e Capataz. O primeiro disco da dupla já foi lançado em outubro. Em novembro, João lançou sua primeira canção solo.

5 – Bem Sertanejo
Quem imaginaria, anos atrás, que um sertanejo da nova geração ficaria encarregado de contar a história do gênero em um quadro do Fantástico? Michel Teló resumiu em 12 episódios a história da música mais popular do Brasil, levando ao horário nobre da principal emissora do país nomes como Milionário e José Rico, Léo Canhoto e Robertinho, Tião Carreiro e Pardinho e outros diversos personagens importantes. Tive o prazer de fazer parte da equipe, fazendo o roteiro da atração. Bem sucedido com a audiência e com a crítica, surgiram notícias de que o quadro poderá se transformar em um programa em 2015. Vamos aguardar.

Piunti

Curta Balada
Quer anunciar em nosso website? mande e-mail para: contato@curtabalada.com.br