Curta Balada
25 anos sem Cazuza: Lucinha Araújo lembra trajetória e fala de saudade
25 anos sem Cazuza: Lucinha Araújo lembra trajetória e fala de saudade

Há 25 anos a música popular brasileira perdia um de seus grandes nomes. O cantor e compositor carioca Cazuza morreu no dia 7 de julho de 1990 – depois de uma série de internações em hospitais no Brasil e nos Estados Unidos. Em entrevista ao EGO, Lucinha Araújo, mãe do cantor, fala de saudade e relembra histórias e conquistas do filho.

“O Brasil deve ter lidado com a morte dele melhor do que eu. Fico boba de ter passado tanto tempo, parece que foi ontem. Ele nunca morreu para mim. Foi embora fisicamente, mas está sempre comigo. Nas minhas lembranças, nos meus pensamentos. É uma saudade e uma dor que nem dá para falar”, afirma Lucinha.
Nesta terça-feira, 7, ela celebrará uma missa em homenagem ao filho na Igreja da Ressurreição, no Arpoador, na Zona Sul do Rio de Janeiro. “Minha missão é preservar a memória dele. Isso é o mínimo que uma mãe pode fazer”, diz ela, acrescentando: “Quando ficou doente, ele me disse: ‘Mãe, aconteça o que acontecer, eu sempre estarei com você’. E ele está mesmo”.Além de belas canções, para Lucinha, o maior legado que seu filho deixou foi o da coragem. “Ele teve a coragem de assumir uma doença que era um tabu para época. Ele me disse: ‘Eu não posso cantar ‘Brasil, mostre a sua cara’ e esconder a minha em um momento como esse. Ficamos com muito medo, mas ele estava decidido. Era um gênio, corajoso e meu filho”.

Fonte: EGO

Curta Balada
Quer anunciar em nosso website? mande e-mail para: contato@curtabalada.com.br