Curta Balada
10 Dicas de ouro para um DJ iniciante
10 Dicas de ouro para um DJ iniciante

Respeito, atenção e dedicação podem te levar longe na carreira.
Não importa o tamanho da carreira do seu DJ favorito, ele já foi um iniciante e passou por poucas e boas até chegar onde está.
E se você estiver começando na carreira, é bom ficar esperto, pois apesar do seu mais novo ambiente de trabalho ser uma festa, existe muito respeito e boas lições a serem aprendidas.

Se ligue em algumas dicas de ouro para não ramelar na missão:

1. Saiba a importância de abrir uma pista

Você pode achar que o dono da festa foi cuzão ao te colocar para abrir a festa, mas acredite: ele foi gente fina. É claro que tocar no melhor horário da casa, com pessoas bêbadas e em clima total de diversão é muito mais tentador, mas abrir uma pista é um verdadeiro desafio para um iniciante. Aproveite o horário e o vazio da pista para tocar suas tracks favoritas e treinar aquela virada que você vem pensando há semanas;
2. Conheça o equipamento

CDJ, mixer, RCA, P10, P2… São muitas coisa para você memorizar e não fazer feio na hora de tocar. Estude, descubra o que é e para que serve;
3. Saiba mexer no equipamento

Enfim chegou a semana da festa em que você vai abrir para aquele DJ legal que você tanto gosta, mas pera lá, não vai desligar o equipamento do cara, hein? Ligue seus cabos no canal certo, monte as suas coisas no seu espaço e respeite o final do set do cara. Você não quer ser o novato vacilão, né?

dj
4. Warm up é tudo de bom

Não fique nervoso por abrir para um DJ melhor (ou mais famoso) que você. Esquentar a pista pro cara deve ser encarado como uma honra. É claro que cada um tem um set e que você deve tocar o som perfeito para a ocasião sem sair do seu estilo, mas procure ouvir o set do cara e conhecer alguns sons que ele toca. Se o cara for um produtor, procure não tocar as tracks dele, muito menos os remixes;
5. Certas músicas têm hora

Se você for tocar nos primeiros horários, procure não tocar os maiores hits da noite logo de cara. Você pode fazer a balada ficar chata para o resto da noite, cheia de músicas repetidas;
6. Não chegue alastrando

Você vai começar a tocar em 30 minutos, então, por favor, já esteja por lá e arrume as suas coisas discretamente, sem atrapalhar o DJset do colega. Assim que terminar de montar suas coisas, por favor, caia fora e volte só na hora de começar. Não se esqueça de pedir para tirar o fone do colega, de perguntar quantas músicas faltam e de não ser o babaca que vai cortar o som do cara antes do tempo;
7. Leve as suas paradas

É claro que, independente da plataforma que você usar para tocar, é extremamente importante que você leve as suas músicas, seja num CD, num pen drive ou no computador, mas isso é o óbvio. Tente sempre estar com o seu fone, estar com o seu adaptador, seus cabos e, enfim, as coisas necessárias para você mandar um som;
8. Vinil é sensível, tome cuidado, porra!

Se você vai tocar e o camarada tá lá tocando com vinil, pelo amor de todos os DJs do mundo, vá com cuidado. Riscar um vinil pode ser o seu atestado de óbito em 12”.
9. Baixe as suas tracks em alta

Ok, você já não é um DJ tão iniciante assim, suas viradas já são boas, seu gosto musical deixa as pistas em chamas, mas ainda falta uma coisa. Quando for baixar um som, procure usar uma faixa em 320kbps para não frustrar o seu público com uma música incrível, mas sem brilho algum;
10. Não beba demais (ou saiba trabalhar alcoolizado)

Beber demais é uma parada que complica a sua situação em qualquer trabalho, e na vida de DJ não é diferente. Tome cuidado para não passar do ponto, ou saiba muito bem como trabalhar sob efeito;
Bebidas e equipamentos não combinam. Deixe sempre o seu lindo copo longe de tudo que é eletrônico. Além de você poder se distrair, pessoas bêbadas podem esbarrar e derramar tudo. Acabou a balada, né?

Via Obaoba

Curta Balada
Quer anunciar em nosso website? mande e-mail para: contato@curtabalada.com.br